Segunda a Sexta: 07h00 às 19h00
Sábado | 07:30 às 12:00

(16) 3441.1076 | 34411077

Notícias // UnaVita Clínica Médica. Bem-estar do paciente e atendimento diferenciado.

Redução de Sódio
03 de Julho, 2016

Redução de Sódio

Ministério da Saúde divulga, em coletiva, informações sobre a retirada de 14.893 toneladas de sódio dos produtos alimentícios. Dados Divulgados: A coletiva que divulgou o projeto, incluiu o VIGITEL 2015 que mencionou dados sobre a hipertensão no país, números sobre consumo de açúcar, diabetes, nutrição e o Guia Alimentar para a População Brasileira. Em 2015, a hipertensão afetava 24,9% da população do país, sendo que, em 2004, este percentual foi 24,8%. As mulheres são maioria nesse cenário e respondem por 27,3% dos casos, enquanto os homens respondem a 22% dos casos. Os hipertensos crescem com o avanço da idade e também com a diminuição da escolaridade. O brasileiro ainda apresenta uma percepção pequena sobre o consumo de sal em excesso, o que pode ser observado com o fato de que, apenas, 14,9% da população considera seu consumo de sal muito alto. A média nacional de consumo de sal é de 12 gramas e 70% da população brasileira consome sódio em excesso. O consumo excessivo de sódio é fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não-transmissíveis, que atualmente respondem por 72% dos óbitos no Brasil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o consumo de açúcar não ultrapasse 10% das calorias consumidas por dia, o que equivale a, aproximadamente, 50 gramas/dia. O brasileiro consome em média 16,3% do total de calorias. O consumo excessivo de açúcar é fator de risco para o desenvolvimento da obesidade, além de doenças como o diabetes. Mais da metade da população adulta (53,9%) está acima do peso. Em 2006, o índice era 43%. Deste total, 18,9% são obesos e em 2006, era 11,4%. Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia