Segunda a Sexta: 07h00 às 19h00
Sábado | 07:30 às 12:00

(16) 3441.1076 | 34411077

Notícias // UnaVita Clínica Médica. Bem-estar do paciente e atendimento diferenciado.

Psoríase Pediátrica
21 de Janeiro, 2018

Psoríase Pediátrica

Psoríase Pediátrica

Cerca de 1/3 dos casos de psoríase iniciam os sintomas na infância. Embora muitas vezes o diagnóstico só seja esclarecido na idade adulta. Mesmo na população pediátrica, existem outras condições que podem estar associadas com a psoríase, por isso é importante que o diagnóstico seja preciso e precoce. A psoríase hoje é sabidamente conhecida como mais que uma simples doença cutânea, pela robusta associação com sintomas sistêmicos. Ela causa um impacto negativo na qualidade de vida. Uma das classificações da psoríase pode ser de acordo com a idade de início: início precoce, antes dos 40 anos (tipo I) e início tardio, após 40 anos (tipo II). No tipo I, o pico de início é entre 16 e 22 anos, e, para o tipo II, entre 57 e 60 anos. No que diz respeito a população pediátrica, o pico de início é entre 8-11 anos. As crianças caucasianas são as mais afetadas e também apresentam idade de início mais precoce. É interessante notar a forte correlação com história familiar positiva, mais evidente na população pediátrica.  Cerca de 30% tem um familiar de 1°grau acometido.   Quanto aos fatores genéticos, não há apenas genética na influência do aparecimento da doença, mas também em seu curso. Estudos populacionais sugerem uma maior incidência de psoríase em familiares de 1° e 2° grau, com aumento de 5x no risco relativo. Confira essa e outras notícias no nosso portal: Clique aqui Fonte: Mariana Sasse - Gerente Médica da Stiefel da GSK Brasil