Segunda a Sexta: 07h00 às 19h00
Sábado | 07:30 às 12:00

(16) 3441.1076 | 34411077

Notícias // UnaVita Clínica Médica. Bem-estar do paciente e atendimento diferenciado.

Quem pode realizar a cirurgia bariátrica? Dr. Daniel Martone responde.
22 de Janeiro, 2016

Quem pode realizar a cirurgia bariátrica? Dr. Daniel Martone responde.

Frequentemente sou procurado por pacientes buscando maiores informações sobre como emagrecer de forma rápida. E muitas são as perguntas com as quais já me deparei: "Doutor, como faço para emagrecer urgente?"; "O que faço para emagrecer rápido?"; "O que preciso para emagrecer de vez?" e até mesmo, "Como emagrecer definitivo?". E a resposta para tais questionamentos nunca é fácil e deve ser sempre personalizada, levando-se em conta o perfil de cada indivíduo e sua história clínica. Em geral, a única forma definitiva para garantir a parda ponderal em longo prazo é a cirurgia bariátrica. Porém, não são todos que podem ser submetidos a esse tipo de procedimento. Até janeiro de 2016, as indicações e contra-indicações para sua realização eram as abaixo, segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM): - INDICAÇÕES • Pacientes com índice de massa corporal(IMC) = 40 kg/m2 sem co-morbidezes e com falha documentada de tratamentos conservadores prévios (perda insuficiente ou recuperação de peso) realizados durante pelo menos dois anos; • Pacientes com índice de massa corporal (IMC) entre 35 e 39,9 kg/m2 com comorbidezes desencadeadas ou agravadas pela obesidade e com falha documentada de tratamentos conservadores prévios (perda insuficiente ou recuperação de peso) realizados durante pelo menos dois anos; Características adicionais obrigatórias a todos pacientes:
  • Ausência de causas secundárias da obesidade; • Idade superior a 16 anos; • Capacidade intelectual para compreender todos os aspectos do tratamento; • Compromisso com o seguimento pré e pós-operatório; • Ausência de dependência química a álcool e/ou drogas ilícitas; • Ausência de distúrbio psicótico grave (consulta com psiquiatra se necessário) ou história de tentativa de suicídio nos últimos 12 meses.
- CONTRAINDICAÇÕES • Transtornos de comportamento alimentar; • Transtornos psicóticos graves; • Dependência química; • Tentativa de suicídio nos últimos dois anos; • Insuficiência orgânica grave;doença neoplásica, infecciosa e inflamatória em atividade. Porém, a partir de 19/01/2016, o Conselho Federal de Medicina aumentou o rol de comorbidades para indicação ode cirurgia bariátrica, para pacientes com IMC entre 35 kg/m²-40 kg/m². Segundo a Resolução n° 2.131/15, publicada no Diário Oficial da União, houve alteração no anexo da Resolução n° 1.942/10 e, com isso,foram adicionadas outras doenças associadas à obesidade como depressão, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca congestiva, infertilidade masculina e feminina, entre outras. Ademais,além das comorbidades, a Resolução também apresenta alterações na idade mínima para a realização da operação. Foi acrescido ao texto a presença de um pediatra na equipe multidisciplinar. Em menores de 16 anos a cirurgia será permitida somente em caráter experimental e dentro dos protocolos do sistema CEP/Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa). Outro ponto da nova Resolução é a indicação de técnicas cirúrgicas, valendo para a banda gástrica ajustável, a gastrectomia vertical, derivação gastrojejunal e Y de Roux e cirurgia de Scopinaro ou de ‘switch duodenal’. Qualquer outro tipo de cirurgia passa a ser considerada como experimental e para ser realizada necessita de aprovação de estudo específico junto à Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Segue a Nova Lista de Comorbidades: Agora, além de comorbidades como diabetes tipo 2, apneia do sono, hipertensão arterial, dislipidemia, doença coronária, osteo-artrites, consta na nova resolução a inclusão de doenças cardiovasculares (infarto do miocárdio, angina, insuficiência cardíaca congestiva, acidente vascular cerebral, hipertensão e fibrilação atrial, cardiomiopatia dilatada, cor pulmonale e síndrome de hipoventilação), asma grave não controlada, osteoartroses, hérnias discais, refluxo gastroesofageano com indicação cirúrgica, colecistopatia calculosa, pancreatites agudas de repetição, esteatose hepática, incontinência urinária de esforço na mulher, infertilidade masculina e feminina, disfunção erétil, síndrome dos ovários policísticos, veias varicosas e doença hemorroidária, hipertensão intracraniana idiopática, estigmatização social e depressão. Devo ressaltar que o processo do emagrecimento deve ser contínuo, apoiadopor uma equipe multidisciplinar para que você possa obter os melhores resultados possíveis e, acima de tudo, emagrecer com saúde! Espero ter ajudado! Estou sempre à disposição para quaisquer dúvidas. Envie um e-mail ou agende uma consulta, terei o maior prazer em te auxiliar. Grande abraço! Dr. Daniel Martone - CREMESP 142.170 www.danielmartone.com.br | [email protected] Tel: (16) 3441-1076 / 3441-107