Segunda a Sexta: 07h00 às 19h00
Sábado | 07:30 às 12:00

(16) 3441.1076 | 34411077

Notícias // UnaVita Clínica Médica. Bem-estar do paciente e atendimento diferenciado.

Alguns sinais de que algo está errado com sua alimentação
24 de Julho, 2015

Alguns sinais de que algo está errado com sua alimentação

Quando a dieta não vai bem, seu corpo sente e dá sinais de que há problemas. "Seu organismo reage a uma situação de estresse e então você pode ficar irritado, com tontura, entre outros", explica o médico nutrólogo José Alves Lara, vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia. Por isso, é essencial sempre realizar uma dieta com orientação de um profissional, médico nutrólogo, endocrinologista ou nutricionista. Assim evita-se erros comuns que afetam o seu corpo, como: cortar um macronutriente, cortar um determinado alimento e reduzir demasiadamente a quantidade de calorias. "Toda vez que você baixa a quantidade de calorias para menos de 1200, seu corpo vai começar a sentir alguma coisa e a dar sinais", alerta Lara. Mau humor Mau humor e irritabilidade são sinais comuns de que há problemas na sua dieta. "Isso pode ocorrer devido à restrição das calorias ingeridas e pelo baixo consumo de alimentos fonte de carboidrato, como, por exemplo, pão, batata, massa, macarrão, mandioca e outros. A melhor maneira de evitar a irritabilidade durante a dieta é não fazer uma restrição de calorias severa e manter o consumo de todos os grupos alimentares. Tontura e dores de cabeça Sentir dores de cabeça e tonturas pode acontecer quando a pessoa realiza dietas muito restritivas ou com baixo consumo de carboidratos. Dietas com restrição de carboidratos também levam à chamada cetogênese, que é quando o organismo, na falta do carboidrato como fonte de energia, converte gorduras em ácidos graxos e corpos cetônicos, que vão ser usados pelo corpo para produção de energia. Além disso, um espaço de tempo grande entre as refeições também pode favorecer as dores de cabeça ou tontura. Para prevenir as dores de cabeça e as tonturas durante a dieta a orientação é comer com maior frequência ao dia, a orientação geral é de três em três horas. Outro ponto importante é não excluir nenhum grupo alimentar, como os carboidratos. Desidratação Dietas com grandes quantidade de proteínas ou com restrição de carboidratos também podem levar à desidratação. Muitas pessoas que estão tentando emagrecer fazem uso de artifícios para desinchar, eliminando água do organismo. É o caso do uso de diuréticos, suplementos de sódio e potássio, entre outros. Estas atitudes podem levar à desidratação. Há diversos sinais para identificar a desidratação. Entre os sintomas agudos há: náuseas, baixa capacidade de concentração, tontura, irritabilidade e intolerância ao calor. Já os sintomas crônicos de desidratação são: perda de apetite, urina concentrada (amarela-escura), pouca ou nenhuma urina e câimbras musculares frequentes.   Fonte: www.minhavida.com.br